Central de Atendimento

(55) 3522-2081 / 3522-2082 (55) 98449-3040 / (55) 99641-1164

Superior Site (1)
Superior Site (2)
Superior Site

Zilá Breitenbach faz homenagem aos 85 anos do Colégio Ipiranga, de Três Passos

Zilá Breitenbach faz homenagem aos 85 anos do Colégio Ipiranga, de Três Passos

 

assembleiaO espaço do Grande Expediente da sessão plenária desta terça-feira (1º), na Assembleia Legislativa, foi ocupado pela deputada Zilá Breitenbach (PSDB), em homenagem aos 85 anos do Colégio Ipiranga, de Três Passos, comemorados em 18 de junho. Frisando a importância da instituição de ensino no desenvolvimento do município, a parlamentar iniciou apontando alguns aspectos históricos do educandário.

“Em 1929, quando Três Passos ainda era distrito, um grupo de pessoas já pensava no futuro. Entendiam que era o momento de fundar uma sociedade com estrutura para instruir os filhos dos então imigrantes evangélicos, prestando-lhes formação básica e religiosa . Neste contexto, surgiu a Sociedade Escolar Sete de Setembro”, narrou, acrescentando que, no decorrer do tempo e pela qualidade na área educacional, a organização acabou assumindo a condição de “escola de todos os credos”, ocasionando a primeira experiência ecumênica da Região.

Em 1932, apontou, formalizou-se a Comunidade Evangélica Alemã, incorporando a Sociedade Escolar Sete de Setembro, passando a denominar-se apenas Escola Evangélica. O dia 18 de junho daquele ano é a data considerada de início dos anos de existência do Colégio Ipiranga. Em 1937, Getúlio Vargas estabeleceu o Estado Novo e implantou o Decreto de Nacionalização do Ensino, proibindo o uso do idioma estrangeiro em escolas primárias, estabelecendo a subordinação ao ensino primário oficial.

No desenrolar da 2ª Guerra Mundial, os alemães e seus descendentes passaram a ser vistos com desconfiança. Como consequência, a escola enfrentou severa fiscalização e a comunidade não encontrou alternativa senão suspender, temporariamente, suas atividades. Ao final do conflito, em 1945, as atividades pedagógicas do estabelecimento evangélico foram retomadas. Com 90 alunos e com a denominação de “Escola Evangélica Ipiranga”, passou a atuar em favor do desenvolvimento de uma comunidade que acabara de conquistar a sua emancipação político-administrativa, em dezembro de 1944.

Conforme a deputada, no decorrer dos anos, a escola consolidou-se na comunidade de Três Passos e, em 1954, já contava com 250 alunos e funcionava com uma 6ª série, destinada a preparar os alunos ao ingresso no curso ginasial. No início de 1958, o Ginásio Ipiranga já estava funcionando, tornando-se conhecido como instituição de ensino na Região Celeiro do RS. Devido à afluência de alunos do interior e de outros municípios, foram criados os internatos masculino, em1959, e feminino, em 1960, sistema que perdurou até o 1972.

O sucesso alcançado com o curso ginasial motivou a instalação, em 1966, do curso científico. Nos anos 70, o educandário obtém o certificado de Filantropia e o reconhecimento, em caráter permanente, dos cursos Primário Ginasial e Científico, sob a denominação de Colégio Ipiranga – Escola de 1º e 2º Graus. É neste período que acontece a criação da Feira Três-Passense do Livro (Fetreli), “que nos enche de orgulho, sendo a mais antiga do interior do RS, com 45 edições neste ano”.

Seguindo a cronologia de acontecimentos de destaque da história da escola, a deputada Zilá chegou ao ano de 2013, quando o professor Nelson Weber, atual diretor, assume a direção do Ipiranga, realizando um trabalho voltado à estabilidade financeira, aprimoramento da qualidade do ensino e intensificação na busca de alunos novos, “obtendo ótimos resultados”.

Na sequência, citou pessoas que se destacaram e se destacam na sociedade e que passaram pelo educandário, como o ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Hugo Carlos Scheuermann, desde 2011; Alcides Debus, empresário e CEO da Rabusch, que hoje conta com 41 lojas, 27 franquias e cerca de 130 lojas multimarcas que também vendem a marca, e o jornalista da Rede Globo, Marcos Losekann, que morou em Três Passos na adolescência e que, por 13 anos, foi correspondente internacional, em Israel e Londres e cobriu guerras, eleições e diversos outros acontecimentos de relevância internacional.

“Pode-se perceber”, enfatizou Zilá, que “Três Passos faz parte da história do Colégio Ipiranga, assim como o colégio faz parte da história do município e toda a região. Muitas pessoas que hoje prestam serviços à comunidade da região Celeiro, para nosso Estado, País e até exterior, tiveram sua formação no Colégio Ipiranga”, e fez uma referência especial a todos os cidadãos que foram alunos do Ipiranga, e que hoje “estão espalhados pelo Brasil, levando conhecimento, liderando ações e contribuindo para o desenvolvimento do país”.

Por fim, destacou que o Ipiranga, colégio da Rede Sinodal de Ensino, é respeitado e reconhecido pela qualidade no ensino. “A direção, funcionários e professores trabalham focados nas pessoas, ensinando, desde o maternal, que cada indivíduo tem uma identidade e que é preciso entender e aprender que pertencemos a um grupo social”.

Tudo isso, apontou, reflete-se no aprendizado dos alunos e no seu crescimento, recordando os seis alunos se classificaram para a 2ª Fase da 13ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas. O conjunto citado é a razão desta homenagem, justificou a parlamentar. “Parabéns ao Colégio Ipiranga pelos 85 anos formando cidadãos conscientes de sua capacidade em desenvolver nossa Três Passos, a região Celeiro, o nosso Estado, enfim, a comunidade onde estiverem inseridos!”, concluiu.

Apartes e presenças
Em apartes, manifestaram-se os deputados Lucas Redecker (PSDB), Tarcísio Zimmermann (PT), Elton Weber (PSB), Gérson Burmann (PDT), Missionário Volnei (PR), Marcel van Hatten (PP), Juliano Roso (PCdoB) e Aloísio Classmann (PTB).

Presentes, o representante da presidência da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, pastor Romeu Martini; o diretor executivo da rede Sinodal de Educação, Rubem Werner Goldmeyer; o diretor executivo da Instituição Sinodal de Assistência, Educação e Cultura, Bolco Hoppe; o diretor do Colégio Ipiranga, Nélson Weber; a representante do governo do RS, Raquel Padilha; a coordenadora pedagógica do Colégio Ipiranga, Fátima Bavaresco; o coordenador estadual da 21ª Coordenadoria Estadual de Educação Clóvis Machado, e o representante do Conselho Escolar, Fabrício Schardong.

Fonte: http://www2.al.rs.gov.br/noticias/ExibeNoticia/tabid/5374/IdMateria/310662/language/pt-BR/Default.aspx

Menu
Cardápio
Informações Anglo
Fale Conosco
  • (55) 3522-2081 / 3522-2082
  • (55) 98449-3040
  • (55)99641-1164
  • cipiranga@gmail.com

Rua Salgado Filho, 12 – Centro
CEP 98600-000 – Três Passos – RS